segunda-feira, 29 de abril de 2013

INSTITUTO ISLAMICO ABRE NOVAS TURMAS FEMININAS

Uma nova turma de estudos islâmicos está sendo formada para mulheres no Ma'had al Islami Imam Ahmed Ibn Hanball, em Franco da Rocha, grande São Paulo. As aulas começarão nesta quarta (01/05) das 14 às 17h e prosseguirão todas as quartas nesse mesmo horário. Quem quiser participar ainda da tempo, basta se inscrever pelo e-mail ccifr1@gmail.com e ir nessa quarta.

Para saber mais sobre a história do instituto ou sobre o professor do mesmo, o Sheik Wafi Al-Jabtry, ler neste mesmo blog a postagem "O Islam em Franco da Rocha".

domingo, 21 de abril de 2013

MUÇULMANAS MANIFESTAM CONTRA FEMEN

Neste sábado, 20 de abril de 2013, mulheres muçulmanas brasileiras realizaram na praça pública abaixo do MASP, na Avenida Paulista, na capital paulista, uma manifestação em repúdio ao ato do grupo feminista Femen de duas semanas atrás que tiraram a roupa em frente a uma mesquita do centro de São Paulo, onde defendiam que as muçulmanas deviam ser libertadas dessa opressão de sua religião. As mensagens da manifestação foram claras em cartazes que diziam "Femen não me representa", e "Femen use seu cérebro não seus peitos", e "Sou amiga de muçulmanas livres". A organisadora da manifestação deixou claro que elas não são oprimidas por ninguem, que elas se vestem assim por vários motivos, mas nenhum deles é porque um homem a obriga. A manifestação começou as 10 da manhã e terminou cerca de duas horas depois, quando as cerca de 10 manifestantes terminaram seu ato. Houve ainda no local apresença de vários reporteres e turistas que fotografaram mais esse importante movimento do islam no Brasil.

sexta-feira, 19 de abril de 2013

LONDRINA RECEBE ULEMÁ

A cidade de Londrina, no norte do estado do Paraná, recebeu esta semana para uma série de palestras o Ulemá e Sheik Abdul Hamid Sáhib, fundador do instituito islamico Azaadville na Africa do Sul, inaugurado em 1982 e que já formou mais de 850 Ulamás (Teólogos) nos ultimos 31 anos. Esteve em Londrina e na quarta- feira 17/04 e fez uma palesra na Mesquita Rei Faiçal-Londrina.

quinta-feira, 18 de abril de 2013

MOSTRA DE FILMES PALESTINOS ACONTECE EM FOZ

Está acontecendo em Foz do Iguaçu o I Ciclo de Debates e Mostra de Filmes sobre a Palestinia. A mostra tem como objetivo proporcionar aos presentes um pouco da visão dos palestinos de mundo, sua vivência, e outros, contanto inclusive com a participação de palestinos na mesma para participarem dos diversos debates. A mostra também conta com as autoridadesreligiosas locais, como mostra a foto.

O primeiro dia de exibição contou com a presença de várias pessoas, que alem dos filmes e debates, puderam ver na entrada dos salões de filmes, várias obras de artes, roupas e fotos da Palestinia, mostrando claramente sua cultura e desejo cada dia mais forte de se tornar uma nação.

quarta-feira, 17 de abril de 2013

ABIB LANÇA LIVRO

Na noite desta quinta-feira, a Associação Benêficente Islâmica do Brasil (ABIB) lançará em sua sede, a Mesquita do Brás, o livro "Interpretação do Alcorão e suas Belas Lições" do autor Sheikh Mohamad Sadek Al Moudal Al Ibrahimi. O evento começará as 19:30 horas, logo após a oração do crepusculo e noite realisadas na própria mesquita, e com a participação de diversas autoridades locais religiosas e seculares.

A Mesquita do Brás está localisada na Rua Eliza Witaker, 17, Brás, São Paulo, SP. A ABIB espera a participação de todos da comunidade.

terça-feira, 16 de abril de 2013

MANIFESTAÇÃO "FEMEN NÃO ME REPRESENTA"

Neste dia 20 de Abril de 2013, sábado, mulheres muçulmanas de toda grande São Paulo se unirão na marcha "Femen não me Representa" se opondo as manifestações de algumas mulheres desse grupo feminista que ocorreram no Brasil na semana retrasada na qual as mesma se despiram na frente da Mesquita do Brás, na capital paulista com o intuito de "libertar as muçulmanas".

A manifestação, promovida por lideranças religiosas da capital paulista, como a CDIAL, UNI, ABIB, CIB, SIBRA e outras, acontecerá como já escrito no dia 20 de abril e começará as 10 horas da manhã em frente ao MASP. As entidades islâmicas de São Paulo convida a todas as muçulmanas da região metropolitana de São Paulo a participarem da manifestação.

sábado, 13 de abril de 2013

ISLAM NA REVISTA CLÁUDIA

Com a colaboração da jornalista Monica Nasser e outras da USP, a revista Cláudia, publicada pela editora abril, de circulação nacional, publicou na edição deste mês de abril de 2013 uma matéria sobre as muçulmanas que vivem na cidade de Foz do Iguaçu, interior do Paraná. A cidade foi escolhida por abrigar o maior número de muçulmanos de todo o país, e foram entrevistada na revista libanesas, descendentes de libaneses com brasileiras, e brasileiras, todas muçulmanas.
A comunidade islâmica de Foz do Iguaçu pede a todos os muçulmanos que prestigiem a matéria comprando a revista Cláudia e lendo a mesma.


segunda-feira, 8 de abril de 2013

CINEMA PAULISTA APRESENTA DOCUMENTÁRIO SOBRE MUÇULMANAS

Na sexta-feira, dia 12 de Maio, ocorrerá uma exibição do documentário “Sob o Véu do Islam”. A exibição ocorrerá às 15hs, sendo parte da programação do Festival Baixo Centro, no cinema do Matilha Cultural, localizado na Rua Rego Freitas, 542, República, na cidade de São Paulo.

Sob o Véu do Islam” é um documentário poético e repleto de belas imagens que busca dar uma ideia dos motivos que levam brasileiras a aderirem ao islamismo (7 em cada 10 revertidos são mulheres, segundo pesquisas da União da Entidades Islâmicas), como se sentem praticando a religião, como vivem em casa, no convívio com a sociedade, no trabalho, o que representa o véu para a mulher islâmica e como as brasileiras vêem e usam esse acessório característico da religião.

Após a exibição haverá um debate com entrevistadas, líderes religiosos e o diretor Luiz Carlos Lucena.

Exibição: Sob o Véu do Islam
Local: Matilha Cultural
Data: 12/04/2013
Horário: 15 horas
Endereço:  Rua Rego Freitas, 542, República, na cidade de São Paulo.
Maiores informações: http://matilhacultural.com.br/


FONTE: www.arresala.org.br

sexta-feira, 5 de abril de 2013

O ISLAM EM LONDRINA - PR

A cidade de Londrina, no interior do Paraná, é muito conhecida por seu clima tipicamente do sul, por suas paisagens e também sua religiosidade. A cidade foi uma das que mais rapidamente cresceu no Paraná, fundada no inicio do século XX, hoje conta com mais de meio milhão de habitantes e uma economia de fazer inveja em muitas cidades brasileiras.

Os muçulmanos chegaram a cidade quase que junto com a fundação da cidade, eram libaneses em geral, atraídos pelas novas oportunidades econômicas que uma cidade recém-fundada podia oferecer, porem a construção da mesquita seria somente anos depois. A construção da mesquita somente começou na década de 1960, e é tida como a segunda mesquita a ser construída no interior do Paraná, pois as demais só apareceriam na década de 1980. 

Desde o inicio, os organizadores da mesquita conseguiram trazer investimentos do exterior para a construção da mesma. O ano de inauguração da Mesquita fica meio em lacuna, as páginas oficiais da mesquita, como seu site, seu perfil no facebook e seus frequentadores falam que a mesquita foi fundada em 1968, já o site da prefeitura de Londrina fala que a mesma foi fundada em 1975, levando a direção deste blog a crer que a mesquita foi fundada em 1968, porem outras partes em anexo mas que hoje também são chamadas de mesquita foram fundadas em 1975.

Um fato curioso da fundação da mesquita é que a mesma foi fundada por árabes e por muito tempo quase não houveram brasileiros muçulmanos, mas na fundação em 1968 havia várias faixas com escritas em língua portuguesa, e bandas de musica marcial londrinenses tocaram na inauguração da mesma e participaram das cerimônias de inauguração, porem não se tornaram muçulmanos naquela época.

A mesquita leva o nome de Mesquita Rei Faisal, em homenagem ao Rei Faisal II, rei do Iraque em meados da década de 1950 e 60. Hoje a mesquita conta com amplos espaços de oração, salas de eventos, e outros. Não se sabe ao certo quantos muçulmanos há em Londrina, porem apesar de ter a segunda mesquita mais antiga do interior do Paraná, a comunidade não é uma das maiores do Paraná, acredita-se que haja em torno de 200 muçulmanos em Londrina. A comunidade islâmica londrinense é inteiramente sunita, não há adeptos de outras escolas na cidade. Seguem os ddos da comunidade abaixo para aqueles que desejarem conhecer:

Sociedade Beneficente Muçulmana do Norte do Paraná
Rua São Marcos, 125 - Vila Siam.
Fone: (0xx43) 3323-0100. CEP: 86039-020



terça-feira, 2 de abril de 2013

O ISLAM EM FRANCO DA ROCHA

 O estado de São Paulo é a unidade federativa do Brasil com o maior numero de muçulmanos do Brasil, no entanto até esse momento a série “O Islam em” desse blog ainda não havia tratado de nenhuma cidade do mesmo, por isso escolhemos a cidade de Franco da Rocha, na região metropolitana de São Paulo para começar. Resolvi começar por essa cidade pois a mesma abriga um dos maiores sábios do islam no mundo atual, que escolheu a cidade para morar e dar início ao primeiro seminário escola teológico do Brasil.

A cidade de Franco da Rocha está localizada na região metropolitana da capital paulista, pouco acima da zona norte da mesma. A cidade não é muito populosa, não passa de cerca de 100 mil habitantes. Antes da chegada do sheik saudita a cidade já haviam alguns muçulmanos no local, mas algo que não ultrapassava meia duzia. Para darmos continuidade a história do islam nessa cidade, vamos a um pouco da história do Sheik Wafi Al-Jabrty, que escolheu essa cidade para morar.

Wafi Al-Jabrty nasceu na Eritreia, um pobre país do norte da África, porem muito pequeno juntamente com sua família se mudou para a localidade de Jeddah, cidade portuária da Arábia Saudita. Ao crescer, Wafi resolveu buscar conhecimento do islam, e se formou um sábio a maneira antiga, sem universidades, notas, provas, etc; ele foi atrás dos mestres e sábios do islam em aldeias e cidades, até que numa madrassa cnheceu o Sheik Ibn Atemi, considerado o maior sábio do islam sunita atualmente. Juntamente com seu irmão, Wafi estudou com ele por anos e anos, até se tornar um grande sábio do islam. Depois disso o Sheik Wafi conheceu uma brasileira revertida ao islam que morava na cidade de Belo Horizonte e resolveu se casar com ela. Ele foi até a capital mineira e se casou com a mesma. Após isso o casal se mudou para a cidade de São Paulo.

No ano de 2011 surgiu a ideia da criação de uma madrassa no Brasil ao estilo das sauditas, onde o Sheik ministraria aulas teológicas para a formação de imams e sheiks, e logo ele conseguiu a ajuda de sauditas para a construção da mesma. Ele queria fazê-la num lugar um pouco mais afastado de um grande centro urbano, então se mudou com a família para Franco da Rocha e lá construiu sua madrassa. A madrassa, conhecida como Instituto Ahmed Ibn Hanball, foi fundada em 2012 juntamente e no mesmo lugar que o Centro de Cultura Islâmica de Franco da Rocha. O instituto hoje é aberto a homens e mulheres que quiserem estudar nele, sendo as aulas dos homens durante a semana e das mulheres no sábado. Os homens ganham moradia na própria cidade, custeadas pelo governo saudita que também mantem tudo no instituto. Depois do surgimento desse centro começaram a aparecer outros muçulmanos na cidade. Hoje sua turma mais avançada mantem 5 alunos, sendo um do Rio Grande do Norte e os demais de São Paulo, e o instituto conta com 2 professores e 1 diretor de ensino. 

Informações:

Centro de Cultura Islâmica de Franco da Rocha
Rua Basílio Fazzi, 164, Centro, Franco da Rocha, SP. (Próximo a estação de trem)
E-mail: ccfr1@gmail.com
Telefones: (11) 9 8318-2569 ou (11) 4819-1444.


segunda-feira, 1 de abril de 2013

ISLAM EM BRASÍLIA

Depois de passarmos por cidades como Curitiba, Belo Horizonte, Recife, Jataí, Juiz de Fora, e alguns outros lugares, hoje chegamos a nossa capital nacional Brasília, uma cidade planejada construída na década de 1950, que hoje reúne milhares de muçulmanos.

Brasília foi construída com o intuito claro de ser a capital nacional, por isso desde sua fundação em 1960 existem árabes e muçulmanos na cidade, sejam políticos (embaixadores, cônsules ou empregados dos mesmos), ou pessoas que imigraram para lá para trabalhar, nestes, a população africana é muito grande e notável. A cidade conta hoje com pouco mais de 2 milhões de habitantes, e é uma das mais ricas do Brasil. 

O Centro Islâmico do Brasil foi construído logo no inicio da história de Brasília, com a ajuda de dinheiro das embaixadas dos países árabes existentes por lá. Esse centro funcionava em um terreno que hoje está localizado bem em frente a atual mesquita, e era constituída por grandes salões, cozinhas, banheiros e salas de oração; porem em incêndio na década de 1980 fez com que o lugar fosse abandonado. 

Paralelamente a esse salão, o Reino da Arábia Saudita, através de seu ministério de finanças, deu início a construção da Mesquita de Brasília, que foi inaugurada em 1980, e hoje a mesma por tanto pertence ao Brasil ao mesmo tempo que ao reino saudita, pois é o mesmo que investe dinheiro na mesma, tanto que há uma placa bem em frente a mesquita deixando claro que a mesma pertence a Arábia Saudita. Por isso os sheiks da mesquita costumam ser dessa nacionalidade. Após o incêndio do Centro, todos os trabalhos do islam na capital se mudaram para a mesquita.

Não se sabe ao certo quantos muçulmanos há em Brasília, mas o numero estimado é que seja entre 3 mil muçulmanos, sendo que cerca de 90% deles são sunitas, os xiitas são somente aqueles que trabalham para a Embaixada do Irã, e alguns da Embaixada do Líbano. Mas apesar disso não há qualquer impedimento de xiitas irem a mesquita, tanto que recentemente o Sheik xiita Taleb Hussein, iraquiano radicado em São Paulo, visitou a mesquita da capital.

As atividades culturais são diversificada em Brasília, pois as diversas embaixadas costumam promover festas para os muçulmanos locais, sejam simples, ou até mostra de cinemas e etc. A mesquita passou atualmente por uma troca no carpete, que agora está na cor avermelhada.

Islam em Taguatinga

Até pouco tempo atrás a mesquita de Brasília era o único lugar de reunião dos muçulmanos de todo o Distrito Federal. Muçulmanos de cidades-satélites como Gama, Taguatinga, Núcleo Bandeirantes e outros lugares tinham que se deslocar até Brasília para ver os serviços de sexta, passar o ramadã, assistir aulas, e outros. Porem a alguns anos foi inaugurada a Musssala Muhammad Al-Rassullah (Muhammad, O Mensageiro de Deus) na cidade-satélite de Taguatinga pelo senhor Juliano Khallid, que hoje preside a mussala, e isso facilitou para muitos muçulmanos locais ir aos serviços religiosos.

Endereços e Dados:

Mesquita de Brasília
56 NA, nº 912
Lotes E/F- Asa Norte – entre Qd. 712/912
Brasília- DF
CEP. 70790-120
Tel. (61) 3273-0250/ 8136-3429
Sheik Jamaan Abdullah Al Ghamidi

Mussala de Taguatinga
QSD 15- Casa 22
Taguatinga- Brasília- DF
Tel. (61) 3536-7758
Pres. Juliano Khalid



MESQUITA DE SANTO AMARO OFERECE PALESTRA

Para aqueles que desejarem dar uma opinião sobre o assunto a ser abordado na palestra, basta entrarem em contato com a SOBEM (Mesquita de Santo Amaro) através do perfil do facebook da mesma e por lá enviarem as referentes opiniões.