domingo, 6 de janeiro de 2013

XXVI CONGRESSO ACONTECEU


Encerrado os trabalhos do 26º Congresso Internacional dos Muçulmanos da América Latina e Caribe, realizado nos dias 29 e 30 de dezembro de 2012, com o tema: “As Escolas Islâmicas e o Seu Impacto na Preservação da Identidade Muçulmana na América Latina e Caribe”. O evento reuniu sábios e pensadores do mundo islâmico para debaterem sobre a importância da educação islâmica.

Centenas de pessoas entre participantes, convidados e palestrantes estiveram presentes neste que é um dos maiores eventos da comunidade muçulmana na America Latina, o evento contou com a presença de pensadores, líderes religiosos, políticos, corpo diplomático dos países árabes muçulmanos, e representante das entidades, associações e comunidades muçulmanas do Brasil e do exterior. O Congresso aconteceu entre os dias 29 e 30 de dezembro e teve como tema principal para os debates a importância das escolas islâmicas no desenvolvimento da comunidade muçulmana.

Fonte: http://www.islambr.com.br/

2 comentários:

  1. è uma otima ideia a existencias de escolas Islamica no Brasil,,desde que elas não restrita só nas regiões sul sudeste e centro oeste, a região nordeste é a mais carente em termo de religião Islamica, se poderia criar escolas e cursos da religião no nordeste para que os irmãos façam e elevem a religiao para os demais é disso que o norte nordeste precisa,, que os muçulmanos e muçulmanas residente na região norte e nordeste precisa um apoio religioso, como os centro Islamico e Associçãoes Beneficente,, se as escolas e cursos islamicos só se concentrar no sul sudeste e centro oeste iremos ficar na mesma,,então a ideia é levar em todas regiões do pais onde há carencia da religiao,, esse é o ponto meu ponto de vista perante a religião,,não tive a oportunidade de ir ao Congresso pois um assunto de grande importancia para a religião Islamica e os muçulmanos(as) no Brasil.

    Marcos Jabal Al Nur

    ResponderExcluir
  2. Eu creio que a região nordeste anda muito perdida em termos de islam, primeiramente pq é a única que não tem um sheik formado para ser sheik na região, e as instituições nordestinas não pedem ajuda nenhuma as instituições de cárater maior para qualquer coisa na região nordeste, seja para construir uma mesquita ou para manter um sheik no local. Antes de se pensar em algo grande pensemos primeiro no que está acessível, que no caso seria uma parceria com alguma entidade de divulgação do islam, como a CDIAL, ou a SIBRA, etc, para que a mesma possa mandar fundos para a divulgação da religião no local. Após isso deve-se construir pelo menos uma mesquita na região, pois a região nordeste é a única do país que não possui mesquita, sendo o melhor lugar para construir, em Salvdor - BA.

    ResponderExcluir