domingo, 30 de março de 2014

A MESQUITA DE MANAUS


Hoje vamos falar de uma mesquita que esse blog teve o prazer de noticiar sua fundação, a Mesquita de Manaus, capital do Amazonas. A cidade de Manaus é uma das mais ricas do Brasil e um dos principais polos econômicos do país. Fundada no século XVII, a cidade teve uma grande crescimento a partir do século XIX com o ciclo da borracha no local, que proporcionou grandes avanços em questão de economia e população local. Porém o maior impulso após o ciclo da borracha foi a criação da Zona Franca na década de 1960.

Não se sabe ao certo quando os primeiros árabes chegaram na Amazônia, porém o estudioso Gaitano Antonnacio afirma em seu livro “A Colônia Árabe no Amazonas” que os primeiros muçulmanos chegaram no ano de 1905, e eram os irmãos sírios Abdon e Abdul Hauache. Após esses, começaram a chegar os primeiros palestinos ao local nas décadas posteriores. Diferentemente de muitas outras comunidades islâmicas do Brasil, a comunidade de Manaus atraiu muitos muçulmanos de países vizinhos como a Guiana e o Suriname, e nos últimos anos apareceram um grande número de brasileiros revertidos ao islam. Não há dados hoje de quantos muçulmanos existam no Amazonas, mas crer-se ser em torno de 500, sendo cerca de 300 só na capital. Os muçulmanos locais, antes da construção da mesquita sempre se reuniam já em locais alugados com o fim de realizarem suas orações e serviços religiosos.

Os primeiros recursos monetários para a construção da mesquita começaram a ser reunidos na década de 1970, porém na de 1990 essa arrecadação ficou parada, retornando somente no ano de 2004. Logo após veio a aquisição do terreno e posteriormente a construção da Mesquita. Quando a mesquita já estava pronta, ainda sem colocar vários adereços dentro da mesma e sem a inaugurarem os muçulmanos locais já utilizavam-se da mesquita para rezar e fazer jummah. A mesquita foi oficialmente fundada no dia 12 de setembro de 2012, e esse blog foi feliz por poder anunciar a fundação da mesma [segue o link nas Fontes].
Hoje a mesquita é a única da região norte, e conta com grandes espaços em seu interior, bem como bibliotecas e garagens. O Sheik da mesquita é o egípcio Saber Abdel Rahman Ali, de 40 anos, que dirige a mesma desde sua fundação. A mesquita não fica parada e oferece aulas de religião, árabe e outras, além das celebrações de Eid's, jantares no ramadan e todas as outras celebrações religiosas.

FONTE:
http://www.islammanaus.com.br/
Revista Evidências, n 3, “Os Muçulmanos da Amazônia”.

8 comentários:

  1. Ma Shaa Allah, linda Mesquita.
    Gostaria de visitá-la.

    ResponderExcluir
  2. Seria possível divulgar o endereço???

    ResponderExcluir
  3. Isso vai acabar! Islamismo aqui não!

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. como faço para falar com um representante daqui de manaus? tem contato? email?

    ResponderExcluir
  6. parabéns comunidade árabe do amazonas eu já vi e digo a mesquita é muito bonita.

    ResponderExcluir