quarta-feira, 16 de abril de 2014

A MESQUITA DE CARAMBEÍ, PR

 
Essa é talvez uma das menores mesquitas e menores comunidades islâmicas do Brasil. Ela surgiu por causa dos problemas que se agravaram na cidade vizinha de Ponta Grossa devido a constante luta entre sunitas e xiitas na referente comunidade, tanto que hoje os muçulmanos sunitas de Ponta Grossa todos costumam frequentar muito mais a Mesquita de Carambeí do que a de Ponta Grossa, mas não queremos nos aprofundar nesses detalhes.

A cidade de Carambeí é uma cidade pequena do interior do Paraná, com cerca de 20 mil habitantes e localizada a poucos kilômetros de Ponta Grossa, que fica a cerca de uma hora de viagem da capital Curitiba. A cidade se destaca muito por causa da imigração holandesa, que chegou ao local em massa no início do século XX.

Em meados dos anos 2000 os sunitas de Ponta Grossa encontravam algumas dificuldades para frequentar a Mesquita local, então a CDIAL, uma das organizações ue toma conta do islam no país, resolveu financiar para esses muçulmanos o aluguel numa sala de orações na própria cidade de Ponta Grossa para os sunitas, porém alguns dos mesmos contestaram para não ver a comunidade se dividindo ainda mais e deixar a mesquita local praticamente sem frequentadores, então a CDIAL resolveu abrir uma mesquita numa cidade próxima, pois assim não faria que sempre os muçulmanos deixassem a mesquita de Ponta Grossa para ir nessa, somente em casos esporáticos, e assim escolheu a cidade de Carambeí.

Para comandar essa nova mesquita, a CDIAL escolheu o Hajj Ismail Muhammad, um pernambucano que foi estudar na Síria. Assim ele se mudou para a cidade com sua família, que é toda muçulmana, e transformou a casa que ele alugou em uma mesquita, seguindo os planos e moldes da CDIAL e iniciou os trabalhos por lá. Ele assim fez a primeira casa transformada em Mesquita do país, e a nomeou de Mesquita Omar Ibn Al-Khattab. A partir desse momento, além dos serviços religiosos, o Hajj Ismail também começou a dar aulas de religião e de árabe para a população local.

Hoje, em suma, a comunidade islâmica de Carambeí é formada apenas pela família do Hajj Ismail e mais algumas pessoas da cidade, não ultrapassando o número de 15 adeptos na cidade (estimativa), porém a mesquita conta com total apoio dos muçulmanos da cidade de Ponta Grossa, que costumam se deslocar muito para o local, principalmente nos finais de semana para as aulas e orações, assim reunindo as duas comunidades, a de Carambeí e a sunita de Ponta Grossa deve dar num total de cerca de 30 muçulmanos que frequentam a Mesquita de Carambeí. Porém os trabalhos para o aumento desse número já começaram, e a Mesquita recebe apoios direto da Mesquita de grande porte mais próxima, a de Londrina.

A Mesquita conta hoje com alguns espaços, apropriados para os muçulmanos fazerem suas rezas, bem como uma ampla cozinha, uma varanda para o lazer, uma pequena biblioteca e locais para a ablução, bem como banheiros. Há ainda salas que foram adptadas para serem salas de aulas, contando na mesma o escritório do Hajj.

Para aqueles que desejarem visitar a Mesquita, segue o endereço abaixo e o horário:

Mesquita Omar Ibn Al-Khattab
Avenida dos Pioneiros, 1739, Centro, Carambeí, PR.
Sextas-Feiras aberta para sermão das 11:30 hrs as 14 hrs.
Sábados e Domingos aberta o dia todo.  


Um comentário: