quinta-feira, 29 de agosto de 2013

MESQUITA CELEBRA DESAPARECIMENTO DE AL-SADR

A Mesquita Muhammad Mensageiro de Deus (também conhecida como Mesquita do Brás) lembrará em uma celebração em sua husseinya (salão de eventos) a ocasião do desaparecimento do Aiatolá Sayyed Musa Al-Sadr, nessa sexta-feira, 30 de agosto, as 20:00 horas.

O Aiatolá Sayyed Musa Al-Sadr foi uma importante figura religiosa xiita libanesa que nasceu no Irã, mas que é membro de uma grande família que tem braços tanto no Líbano, como no Irã e bem como no Iraque. O atual Marja U-Taqlid (sábio que todo xiita deve seguir) dessa família é o sábio Sayyed Ismail Al-Sadr, que vive no Iraque. Sayyd Musa se formou em Teerã, e depois em Qom (Irã), e depois estudou em Najaf (Iraque). Posteriormente se mudou para o Líbano onde fundou diversas organizações, tanto que até os dias atuais seu legado é reverenciado tanto por seguidores do Amal e do Hezbollah (partidos políticos-religiosos do Líbano). Ele desapareceu após uma viagem em 1978 para a Líbia, no qual o governo libanês acusa o governo líbio de prende-lo, tortura-lo e matá-lo.

A Mesquita do Brás convida a todos a comparecerem nesse evento que relembrará a vida do Sayyed Musa na husseinya da própria mesquita, localizada na Rua Eliza Witacker, 17, Brás, São Paulo na data e horários já esclarecidos acima.

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

AULAS PARA MULHERES COM SHEIK HAMMADEH

O Sheik Jihad Hammadeh, principal líder da WAMY, está oferecendo aulas de religião voltada para as mulheres com temas que dizem ao seu respeito na sede da própria WAMY. As aulas passarão por crenças e jurisprudência islâmica e serão ministradas a partir de quarta-feira, 28 de Agosto, as 14:30 hrs.

Endereço: Rua Adelina Salvatori Bassoli, 57 - São Bernardo do Campo - SP.

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

DOAÇÃO NO MT E AULA NO PR

 CAMPANHA É SUCESSO E MUÇULMANOS DE CUIABÁ DOAM ALIMENTOS

Após a campanha Ramadan Solidário, no qual muçulmanos e instituições de Cuiabá, capital do Mato Grosso, doaram alimentos durante esse mês sagrado, nesse último final de semana, os representantes da mesquita repassaram os alimentos para as instituições carentes da capital mato-grossense, entre elas uma que abriga crianças carentes e desenvolve um trabalho exemplar com as mesmas. A Mesquita de Cuiabá foi a única do Brasil nesse ano a desenvolver esse trabalho muito belo e de grandes recompensas.



AULA DE ÁRABE E DAWAH ACONTECERAM EM PONTA GROSSA

Com a presença de um professor árabe e diversos muçulmanos e visitantes, a Mesquita Imam Ali, de Ponta Grossa, interior do Paraná, promoveu uma singela aula de árabe para os presentes juntamente com a distribuição de livros sobre o islam para visitantes em uma forma de dawah (divulgação) para os mesmos. A Mesquita, localizada em uma cidade que fica a cerca de 2 horas da capital Curitiba, vem ampliando suas atividades, e com isso re-reunindo a comunidade islâmica de Ponta Grossa.

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

CURSOS TERÃO INÍCIO EM SETEMBRO EM SP

A partir de setembro, durante 3 meses, acontecerão quatro cursos ministrados pelo Sheik Hussein Khaliloo na Mesquita do Brás, e no Centro Cultural Imam Ali. O Sheik Khaliloo é iraniano, que aprendeu português sozinho e veio para o Brasil para morar e divulgar a religião islâmica. O Sheik Khaliloo é formado em Teologia Islâmica pela Universidade de Qom, e vivendo em São Paulo (SP) a poucos meses. A fim de que os muçulmanos tenham mais conhecimentos a respeito da crença islâmica, o Sheik elaborou quatro cursos que terão início em setembro deste ano, que é aberto a comunidade islâmica de São Paulo e interessados em conhecer a religião.

Cursos Ministrados na Mesquita do Brás:

Curso de Ciências Corânicas Nível Básico:

Todos os Sábados entre 16 e 17 horas, gratuito e aberto. Não necessita inscrições.

Curso de Crenças Islâmicas:

Todos os Sábados entre 18:30 e 19:30 horas, gratuito e aberto. Não necessita inscrições.

Cursos Ministrados no CCIA:

Curso de Língua Árabe Básico:

3 Meses de Duração, segunda e quarta, de 16 as 17 horas ou sábado, de 13 as 14:30 horas. Incrições pelo e-mail: imamali035@gmail.com - Valor: R$30,00 mensais. Ganha o livro de estudos. 

Curso de Língua Persa Básica:

3 meses de duração, terça e quinta de 16 as 17 horas, sexta de 15 as 17 horas e sábado de 10 as 12 horas. 4 aulas semanais. Incrições pelo e-mail: imamali035@gmail.com - Valor: R$30,00 mensais. Ganha o livro de estudos.

Informações:

Mesquita do Brás
Rua Elisa Witacker, 17, Brás, São Paulo, SP (próxima a estação brás da CPTM).

Centro Cultural Imam Ali
Rua São Lázaro, 293, Luz, São Paulo, SP (próximo a estação Tiradentes de Metrô).
E-mail: imamali035@gmail.com

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

SHEIK FARÁ PALESTRA EM ARAGUARI

Nesta próxima sexta-feira (23/08), na cidade mineira de Araguari, o Sheikh Hossein Khaliloo, mais nova autoridade islâmica a se mudar para o Brasil, estará realizando uma palestra sobre o tema “Islam, a religião da vida”.

A palestra, que será realizada na Casa da Cultura Abdalla Mameri, será gratuita e começará às 17:00 horas. Será uma grande oportunidade para saber mais sobre o Islam, esclarecer dúvidas e se aprofundar mais sobre esta que é a religião que mais cresce no mundo.
Sheikh Hossein Khaliloo é uma liderança religiosa formada nos grandes centros de ensino do mundo islâmico, e trabalha no Brasil em diversos projetos religiosos, culturais e sociais.

Palestra: Islam, a religião da vida
Data: Sexta-feira, 23 de Agosto de 2013
Horário: 17:00 horas
Local: Casa da Cultura Abdalla Mameri – Rua Cel. José Ferreira Alves, 1098
Telefone: (34) 3690-3091
Cidade: Araguari - MG
Haverá um pequeno bazar de produtos islâmicos no local, com livros, revistas, DVD’s, tapetes, roupas e etc.
Estão todos convidados para este evento inédito na cidade de Araguari - MG.

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

O ISLAM NO RIO DE JANEIRO, RJ


Depois de passar por Belo Horizonte, Curitiba, Recife, e outras capitais, hoje chegamos a mais uma capital na nossa série sobre o islam no Brasil, a cidade do Rio de Janeiro, capital fluminense, que não é simplismente uma cidade, é a "cidade maravilhosa".

O Rio de Janeiro é a segunda maior cidade do país, com mais de 6 milhões de habitantes, e já foi , até o ano de 1968, a capital de nosso país. A cidade é uma das que mais atraem turistas no mundo, e muito de sua econônomia está em volta desse fato, colocando ela como a também segunda capital econômica do país. Tudo isso fez com que muitos árabes oriundos de diversos locais da África e do Oriente Médio se mudassem para o local, porem a história do Rio de Janeiro com o islam não começa ai.

Ainda no século XIX, mais necessáriamente no ano de 1862, somente 27 anos após a Revolta dos Malês na Bahia, há diversos relatos registrados sobre a venda de Alcorões na capital do estado do Rio de Janeiro, na época também capital do país. Essa venda não era feita somente para escravos, aliais em quase nada era feita para escravos (mesmo libertos), grande parte deles eram vendidos para brasileiros e europeus que passava pela cidade. De acordo com alguns historiadores os primeiros muçulmanos a entrarem na cidade e a habitarem foram escravos tragos de várias partes islamizadas da África para o Brasil pelos portugueses ainda no século XVII, porém não nos acataremos a um estudo mais aprofundado dessa época aqui. O registro do primeiro muçulmano sem origem africana ou árabe se dá no Rio de Janeiro no ano de 1893.

A imigração árabe para o Rio de Janeiro começou ainda no século XIX, quando muitos libaneses passaram e se estabeleceram na cidade, porém esses eram todos cristãos que fugiam de guerras no Líbano, porém cerca de algumas décdas mais tarde entrariam muitos árabes muçulmanos no Rio, já que seu porto era uma das entradas para que eles se estabelessecem em todo o Brasil. A Sociedade Beneficente Muçulmana do Rio de Janeiro (SBMRJ) foi estabelecida na década de 1950, tendo vários árabes e africanos como assossidos e desde então já começaram os planejamentos para a construção da Mesquita, porém a mesma nunca conseguiu ser terminada, até mesmo o governo turco já se ofereceu para ajudar o término da mesquita, porém sem sucesso; mas a mesquita segue funcionando sem estar totalmente acabada.

Hoje a comunidade islâmica do Rio conta com árabes, africanos e muitos brasileiros revertidos ao islam. Algo que chama muito a atenção entre os muçulmanos brasileiros locais é o grande numero de reversões entre as mulheres, sendo que seu número praticamente dobrou nos últimos anos. A comunidade islâmica do Rio é quase inteiramente sunita, há poucos relatos de xiitas morando na cidade. Hoje a comunidade é dirigida pelo Sheik Munzer Isbelle, de orígem síria, formado na Universidade de Medina. Também tem o apoio do estudioso e irmão do sheik, Sami Ahmed Isbelle, que já representou o islam em diversos programas de TV.

A Mesquita da Luz (Masjid Annur), nome da Mesquita do Rio de Janeiro, apesar de ainda não acabada, funciona normalmente, mantendo em sua sede biblioteca, salas de oração e casa do sheik. Nela também são oferecidas aulas de árabe e religião para brasileiros, bem como todas as celebrações comuns entre os muçulmanos sunitas. A mesquita fica aberta diáriamente para visitas agendadas.

Para os que desejarem conhecer mais:

Sociedade Beneficente Muçulmana do Rio de Janeiro
Mesquita da Luz
Rua Gonzaga Bastos, 77, Tijuca, Rio de Janeiro – RJ
CEP: 20541-000
Telefax: (21) 22241079
E-mail: sbmrjbr@yahoo.com

MANIFESTAÇÃO OCORRE EM SÃO PAULO EM APOIO A MURSI

Ocorreu ontem pela manhã uma manifestação na cidade de São Paulo, maior metrópole do país, uma manifestação em apoio ao presidente islamita deposto do Egito, Muhamad Mursi. A manifestação que começou pouco antes do meio dia na praça Oswaldo Cruz, no bairro do Paraíso, e que seguiu-se para a avenida paulista, principal centro econômico da capital, teve a participação de diversos egípcios que são residentes no Brasil, dentre eles os sheik's o da Mesquita Brasil, a mais antiga do país, Sheik Metwally; o Sheik da Mesquita de Mogi das Cruzes, Sheik Hosni, e outras autoridades religiosas e cíveis. Participaram também diversos brasileiros apoiadores do referente presidente Mursi. A manifestação contou com cerca de 80 pessoas e foi totalmente pacífica, não precisando parar trânsito ou quaisquer vias de transporte público.

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

VOLTA AS AULAS E PASSEATA

AULAS DE RELIGIÃO FEMININAS RETORNAM EM BELO HORIZONTE

Um novo semestre das aulas de religião para mulheres começará na Mesquita de Belo Horizonte, na capital mineira. As aulas serão oferecidas pela professora Najia Yazid, marroquina que a muito ministra aulas na referente mesquita. As aulas passarão por jurisprudência, crença e recitação do Alcorão. As aulas recomeçarão amanhã, 17 de Agosto, sábado, a partir das 16 horas. A direção da mesquita convida a todas as muçulmanas de Belo Horizonte e proximidades a participarem das aulas, bem como também as mulheres que quizerem conhecer um pouco mais sobre a religião islamica. Informações pelo telefone (31) 3227-7157.

UNI E FAMBRAS PROMOVEM PASSEATA EM APOIO A EGÍPCIOS


A União Nacional Islâmica, e a FAMBRAS promoverão nesse domingo, dia 18 de agosto, na cidade de São Paulo, uma passeata em apoio ao povo egípcio que partirá da praça Oswaldo Cruz, no bairro paraíso as 11 horas da manhã. Na mesma haverá a participação de diversos líderes muçulmanos egípcios que estão no Brasil. A UNI e FAMBRAS convidam a todos a prestigiar esse evento contra o massacre de muçulmanos no Egito por parte dos militares.

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

O ISLAM EM PONTA GROSSA, PR


Hoje vamos conhecer uma mesquita simples, mas que possui uma grande história, mas que infelizmente tomou alguns rumos com que fez com que ela passe por um momento ruim na atualidade, a Mesquita da cidade de Ponta Grossa, no interior do Paraná.

A cidade de Ponta Grossa está relativamente próxima a capital Curitiba, ficando a cerca de 2 horas de viagem de ônibus entre ambas as cidades, e a mesma se localizando assim próxima ao centro do estado paranaense. A cidade conta hoje com cerca de 320 mil habitantes, distribuídos entre zona rural e urbana. Não se sabe ao certo quando os primeiros árabes começaram a se instalar na cidade, porém sabe-se que foi após se instalarem em Foz do Iguaçu e Curitiba, alguns árabes foram tentar a vida em cidades mais interioranas, uma delas, Ponta Grossa. Isso se deu em meados da década de 1950. A maior parte desses árabes eram libaneses, fruto de uma grande onda imigratória de uma região do Líbano onde a maioria segue a escola islâmica do xiismo, assim formando no lugar uma grande comunidade libanesa xiita, como aconteceria também na capital.

Porém Ponta Grossa tem muito mais pontos em comum com Curitiba quanto a história da presença do islam em suas terras. Primeiro que vieram também sunitas para a cidade, dividindo espaço com os xiitas, porém em menor número. Porem o influxo migratório levaria alguns libaneses xiitas da cidade a ir morar em Curitiba e São Paulo, fazendo com que a comunidade diminuísse consideravelmente, mas ainda continuava como a maior no local. Essa comunidade heterogênea se manteve, o que levou no final da década de 1980, início da de 90 a construção e fundação da Mesquita Imam Ali na cidade. A mesquita foi fundada em conjunto por um sunita e um xiita, porém como a comunidade xiita era maior, a mesma levou um nome mais comum para os xiitas.

Hoje a comunidade continua igual, um numero bem maior de xiitas vivem na cidade, porém os sunitas frequentam mais a mesquita, principalmente após a chegado do Sheik Noredin El-Sayed, libanes formado em Medina, que estabeleceu estabeleceu comércio na cidade. Porem hoje a comunidade está um pouco desunida, pois quem faz o sermão de sexta na mesquita é o Sheik sunita, e a comunidade xiita que é imensamente maior não assiste os mesmos, já que a referente comunidade xiita nunca teve um Sheik formado na cidade. Já os sunitas que utilizam a mesquita são muito poucos, normalmente não ultrapassam 5 pessoas por sexta-feira assistindo as khutbas. Os xiitas só frequentam a mesquita em horários diversos pelo dia, porém não na sexta. Hoje a diretoria da mesquita é também seguidora da escola xiita. De acordo com dados de estudiosos, existem em Ponta Grossa hoje cerca de 30 famílias de muçulmanos. A presença do islam em Ponta Grossa influenciará o islam nas cidades vizinhas de Guarapuava e Carambeí.

A estrutura da Mesquita Imam Ali, em Ponta Grossa, é bem simples. Em seu exterior a mesquita parece menor do que ela realmente é, porém conta com um belo e bem construído minarete. Por dentro a mesquita é ainda mais simples, sendo em si um quadrado sustentado por quatro pilastras; as paredes não tem muitos quadros ou escritos, como muito se vê nas mesquitas pelo Brasil, sendo ela toda muito simples. Não há púlpitos ou mimbar, e o carpetamento também é simples.

Aos que desejarem conhecer mais:

Mesquita Imam Ali
Sociedade Beneficente Muçulmana de Ponta Grossa
Rua do Rosário, 138 – Centro, CEP:84010-150 - Ponta Grossa – PR

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

O ISLAM EM LOANDA, PR

 
Hoje chegamos a mais uma mesquita do Paraná, só que falaremos a seguir da primeira e única mesquita do Brasil construída numa cidade com menos de 25 mil habitantes, e assim sendo a única mesquita construída para uma comunidade islâmica muito pequena.

A cidade de Loanda fica no extremo noroeste do estado do Paraná, próximo a divisa com o estado de São Paulo e Mato Grosso do Sul. A cidade abriga cerca de 21 mil habitantes, e assim sendo é uma simples e pacata cidade do interior paranaense. Foram poucos os árabes que se instalaram no local. Muitos árabes que chegaram ao Brasil, ao irem para cidades interioranas do país, abandonaram o islam por acreditarem que nessas terras seria difícil a prática do mesmo, porém a história em Loanda foi diferente, onde notamos a força de uma família árabe para dar continuidade a sua fé.

A família Fahrat se instalou em Loanda a muito tempo, e pode crescer até chegar a terceira e quartas gerações no Brasil. Porém o senhor Abdul Ar-Rahim Said Fahrat, ao ver dificuldades para professar sua fé islâmica naquela região remota do Paraná, começou os planejamentos para construir uma mesquita em sua cidade, para que ele e sua família pudessem continuar a proferir sua fé num local de culto comum. Assim Abdul Fahrat construiu e fundou a Mesquita de Loanda a cerca de menos de 10 anos.

A comunidade muçulmana de Loanda é composta hoje pela família Fahrat, e por alguns poucos brasileiros da cidade, assim sendo o numero de muçulmanos na cidade não ultrapassa 30 pessoas, porem os mesmos seguem unidos na fé. A comunidade é inteiramente sunita. Por ser uma comunidade pequena ainda faltam recursos, tanto físicos como monetários para a mesquita, pois ela não conta com um Sheik, somente um Imam, que se esforça na medida do possível para liderar os serviços de sexta, porém não pode dar aulas na mesquita.

A mesquita conta hoje com amplos espaços para oração, cozinhas, banheiros e bons jardins. Ainda há uma casa aos seus fundos que serve de moradia para o Imam. A mesquita é mantida ela entidade Sociedade Islâmica de Loanda. Apesar de pequena a comunidade, ela já atraiu muitos olhares, tanto que em sua fundação contou com a presença de Sheiks sauditas na mesma, e hoje atrai também pessoas das cidades circunvizinhas.

Para aqueles que quizerem conhecer, a Mesquita fica na Rua Roma, 635, Loanda, PR.