quarta-feira, 14 de agosto de 2013

O ISLAM EM PONTA GROSSA, PR


Hoje vamos conhecer uma mesquita simples, mas que possui uma grande história, mas que infelizmente tomou alguns rumos com que fez com que ela passe por um momento ruim na atualidade, a Mesquita da cidade de Ponta Grossa, no interior do Paraná.

A cidade de Ponta Grossa está relativamente próxima a capital Curitiba, ficando a cerca de 2 horas de viagem de ônibus entre ambas as cidades, e a mesma se localizando assim próxima ao centro do estado paranaense. A cidade conta hoje com cerca de 320 mil habitantes, distribuídos entre zona rural e urbana. Não se sabe ao certo quando os primeiros árabes começaram a se instalar na cidade, porém sabe-se que foi após se instalarem em Foz do Iguaçu e Curitiba, alguns árabes foram tentar a vida em cidades mais interioranas, uma delas, Ponta Grossa. Isso se deu em meados da década de 1950. A maior parte desses árabes eram libaneses, fruto de uma grande onda imigratória de uma região do Líbano onde a maioria segue a escola islâmica do xiismo, assim formando no lugar uma grande comunidade libanesa xiita, como aconteceria também na capital.

Porém Ponta Grossa tem muito mais pontos em comum com Curitiba quanto a história da presença do islam em suas terras. Primeiro que vieram também sunitas para a cidade, dividindo espaço com os xiitas, porém em menor número. Porem o influxo migratório levaria alguns libaneses xiitas da cidade a ir morar em Curitiba e São Paulo, fazendo com que a comunidade diminuísse consideravelmente, mas ainda continuava como a maior no local. Essa comunidade heterogênea se manteve, o que levou no final da década de 1980, início da de 90 a construção e fundação da Mesquita Imam Ali na cidade. A mesquita foi fundada em conjunto por um sunita e um xiita, porém como a comunidade xiita era maior, a mesma levou um nome mais comum para os xiitas.

Hoje a comunidade continua igual, um numero bem maior de xiitas vivem na cidade, porém os sunitas frequentam mais a mesquita, principalmente após a chegado do Sheik Noredin El-Sayed, libanes formado em Medina, que estabeleceu estabeleceu comércio na cidade. Porem hoje a comunidade está um pouco desunida, pois quem faz o sermão de sexta na mesquita é o Sheik sunita, e a comunidade xiita que é imensamente maior não assiste os mesmos, já que a referente comunidade xiita nunca teve um Sheik formado na cidade. Já os sunitas que utilizam a mesquita são muito poucos, normalmente não ultrapassam 5 pessoas por sexta-feira assistindo as khutbas. Os xiitas só frequentam a mesquita em horários diversos pelo dia, porém não na sexta. Hoje a diretoria da mesquita é também seguidora da escola xiita. De acordo com dados de estudiosos, existem em Ponta Grossa hoje cerca de 30 famílias de muçulmanos. A presença do islam em Ponta Grossa influenciará o islam nas cidades vizinhas de Guarapuava e Carambeí.

A estrutura da Mesquita Imam Ali, em Ponta Grossa, é bem simples. Em seu exterior a mesquita parece menor do que ela realmente é, porém conta com um belo e bem construído minarete. Por dentro a mesquita é ainda mais simples, sendo em si um quadrado sustentado por quatro pilastras; as paredes não tem muitos quadros ou escritos, como muito se vê nas mesquitas pelo Brasil, sendo ela toda muito simples. Não há púlpitos ou mimbar, e o carpetamento também é simples.

Aos que desejarem conhecer mais:

Mesquita Imam Ali
Sociedade Beneficente Muçulmana de Ponta Grossa
Rua do Rosário, 138 – Centro, CEP:84010-150 - Ponta Grossa – PR

Um comentário: